Manter um peso saudável

O controlo do peso é uma maneira eficaz de reduzir o risco cardiovascular em pessoas obesas e com excesso de peso

A obesidade e o excesso de peso, especialmente a gordura abdominal, estão ligados a um maior risco de doenças cardíacas. A perda de peso reduz o risco de morte causada por doença cardíaca. Também ajuda a prevenir ou controlar a diabetes, a pressão alta e o colesterol alto e contribui para evitar doenças cardiovasculares. A perda de peso pode ser alcançada comendo menos e sendo mais ativo.

A obesidade é uma doença crónica grave de proporções epidémicas e globais. Cerca de 1,5 mil milhões de adultos em todo o mundo têm excesso de peso e, desses, 200 milhões de homens e 300 milhões de mulheres são obesos. Estes valores duplicaram desde 1980.

O excesso de peso e a obesidade são medidos usando o índice de massa corporal (IMC). Obtenha o seu IMC dividindo o seu peso em kg pela sua altura em metros quadrados (kg/m2), como demonstrado abaixo:

  • Para um homem com 77 kg e 1,70 m, o IMC é 77/(1,70 x 1,70) = 26,6
  • Para uma mulher com 63 kg e 1,65 m, o IMC é 63/(1,65 x 1,65) = 23,1.

Classificação do excesso de peso e obesidade por índice de massa corporal (1)

Classe de obesidadeIMC (kg/m2) ou (libras/polegadas)
Baixo peso< 18.5
Normal18,5 – 24,9
Excesso de peso25,0 – 29,9
ObesidadeI30,0 – 34,9
II35,0 – 39,9
Obesidade extremaIII≥ 40

As pessoas obesas e com excesso de peso têm uma maior probabilidade de sofrer ataques cardíacos e AVC. Em particular, a gordura abdominal está associada a outros fatores de risco cardiovascular, como diabetes, hipertensão, aumento da massa cardíaca e colesterol elevado. Todos estes fatores de risco levam à acumulação de colesterol nas artérias, fazendo com que as placas cresçam. Estas placas podem eventualmente obstruir parcial ou totalmente uma artéria que fornece sangue ao coração, causando um ataque cardíaco, ou uma artéria que fornece sangue ao cérebro, causando um acidente vascular cerebral.

A perda de peso reduz a probabilidade de morte prematura em cerca de 20%. Em doentes obesos ou com excesso de peso com diabetes, a perda de 10% do peso corporal reduz em 20% a 25% a probabilidade de ataque cardíaco, acidente vascular cerebral ou morte prematura.

A maioria das pessoas pode perder peso com mudanças no estilo de vida mas, em alguns casos, medicamentos e cirurgia podem ajudar. Reduzir a ingestão de energia em 20% a 25% e ser fisicamente ativo (consultar outros capítulos) ajuda a prevenir ou controlar a diabetes, pressão alta e colesterol alto. O que come também é importante. Dê prioridade a fruta e legumes, leguminosas, nozes e grãos integrais e limite os açúcares e a gordura animal. Esta abordagem reduzirá o peso e protegerá contra doenças cardíacas.

Quando a obesidade é grave, a cirurgia pode ser uma opção e deve ser cuidadosamente avaliada num centro especializado.

 

ESC
EAPC
ACCA
ACNAP